Concessionária implementa método que garante mais agilidade e eficiência aos processos de limpeza dos reservatórios

A água produzida e distribuída para a população holambrense tem qualidade e atende a todos os parâmetros estabelecidos pela Portaria do Ministério da Saúde. Além dos procedimentos contínuos de purificação, que consistem na floculação, decantação, desinfecção e análises de controle de qualidade, para garantir a segurança do produto final, a concessionária executa anualmente a limpeza dos reservatórios. Em busca da excelência destes métodos, a equipe técnica da Águas de Holambra aplicou na última semana uma tecnologia diferenciada de lavagem dos tanques de armazenamento.

A metodologia, inédita no município, consiste na utilização de mergulhadores especializados, onde submersos, realizam a sucção de todos os resíduos das paredes internas e do fundo dos reservatórios, utilizando aspiradores de alta potência.

A particularidade deste processo se dá pela otimização do tempo e facilidade de execução, que no total dura em torno de duas horas. Na lavagem tradicional, o tempo gasto é de aproximadamente sete horas. A diferença está relacionada às etapas do processo. Enquanto na lavagem convencional são necessárias cinco horas para o esgotamento completo da água armazenada no reservatório e drenagem antes da limpeza, e posteriormente mais duas horas para a recuperação completa do nível de reservação, no novo método a limpeza é realizada em 120 minutos.

Além disso, entre os inúmeros benefícios proporcionados pela técnica, pode-se elencar que o abastecimento permanece operando em alta capacidade, uma vez que o reservatório não é esvaziado, ou seja, durante a execução do método, não existem riscos de falhas temporárias ou baixa pressão na distribuição da água.

Como forma de garantir a segurança e qualidade do processo, todo o equipamento, bem como as roupas utilizadas pelos mergulhadores, passam por esterilização, a fim de evitar qualquer tipo de contaminação ou contato com agentes patógenos.

De acordo com o coordenador de Engenharia e Operações da Águas de Holambra, Alan Pedra, a tecnologia implantada está alinhada ao propósito da concessionária de implementar soluções que proporcionem o aprimoramento dos processos operacionais.

“Buscamos essa técnica como uma forma de aumentar ainda mais a eficiência dos nossos processos, pois acreditamos que esses tipos de investimentos promovem benefícios diretos à concessionária, que passa a contar com um método mais ágil e eficaz para a execução do serviço, bem como a população de forma geral, que é favorecida com mais segurança e qualidade na água consumida, explica o coordenador.